Dica de livro: “Até breve, José”, de Camila Goytacaz

31 mar

José

Foi através da Pricilla Coelho, leitora do blog It Babies e esposa de um grande amigo do meu irmão, que conheci, em fevereiro, o até então projeto de financiamento coletivo para impressão do livro “Até breve, José”, da Camila Goytacaz.

Confesso: me emocionei com o projeto, com o tema, com o livro, com a história, com os personagens… Não tive dúvidas e dei a minha contribuição para a impressão colaborativa, através do site Catarse. A meta financeira foi alcançada e a primeira edição do livro foi impressa. Essa semana recebi meu exemplar…

“Até breve, José” é uma delicada experiência literária, uma narrativa que combina a força do texto e a sutileza do projeto gráfico. Camila escreve para seu filho num caderninho, um diário, desde o momento em que soube que ele viria ao mundo. José nasceu e foi direto para a UTI neonatal. Viveu apenas 11 dias e nas páginas onde deveriam ser escritas suas primeiras histórias estão os relatos da vida sem sua presença tão esperada e detalhes cotidianos.

Com uma linguagem suave, pontuada por lampejos espirituosos, o livro relata a dor da perda e o reencontro com a esperança.

José

O que inspirou Camila a escrever para José, depois da sua partida, foi a enorme rede de solidariedade em que foi acolhida no momento da perda. Enquanto escrevia movida por uma força visceral, não se preocupou com questões práticas de publicação, concentrou suas energias apenas em relatar sua história, vivenciando uma verdadeira catarse.

Como jornalista, buscou conhecer outras mães que passaram pela mesma experiência – a perda de um filho ainda bebê – e com o tempo passou a ser procurada por elas, oferecendo apoio no momento em que precisavam conversar com alguém que tivesse passado pelo mesmo processo. Foi a partir desta troca que teve certeza de que valia a pena publicar o livro, apesar de todas as dificuldades emocionais e práticas que teria de transpor.

José1

Camila acredita que todo o processo de se abrir é essencial para superar a tristeza, seja falando sobre o assunto, escrevendo ou apenas chorando. E o livro não é só para as mães. É para todos nós.

“Até breve, José” não é um livro de autoajuda: a ideia é compartilhar sentimentos. Inevitável pensar na dor da mãe, mas os textos mostram uma mulher que consegue ver além do luto. A perda do filho trouxe, para Camila, também um sentimento de gratidão: “É delicado perder um filho. E muito bonito também. Não é pesado. Envolve muita gratidão e aprendizado. O mundo tem um novo significado para mim”.

José2

Também não é um livro que fala sobre a morte. “Até breve, José” fala sobre a vida: “Recebemos e damos a vida, mas não a controlamos. Ela passa por nós, através de nós. Como o vento passa pela fresta da janela, como a luz passa pela sombra e como a água do rio passa por debaixo da ponte”.

Sim, somos apenas uma ponte…

Para quem quiser comprar o livro, basta clicar AQUI!

Outras informações podem ser obtidas através do site http://atebrevejose.com e do email atebrevejose@gmail.com.

Recomendo: a leitura desse livro vale muito a pena!

Uma resposta to “Dica de livro: “Até breve, José”, de Camila Goytacaz”

  1. camilagoytacaz 31 de março de 2015 às 17:20 #

    Obrigada por esta resenha tão legal! Um abraço, Camila

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: